O Festival usa o Dropbox Business para otimizar o processo de seleção dos melhores trabalhos do cinema independente para um dos mais celebrados festivais de cinema do mundo.

Principais resultados do Sundance Film Festival

Maior colaboração entre funcionários, cineastas e a mídia

Tempo significativo economizado ao lidar com inscrições de filmes

Maior segurança dos filmes inéditos

O DESAFIO

Passar do DVD para o digital

Quentin Tarantino, Steven Soderbergh e Darren Aronofsky são apenas alguns entre as dezenas de diretores que hoje são famosos, mas que estouraram pela primeira vez no Sundance Film Festival. Coordenado pelo Sundance Institute, fundado por Robert Redford, o Sundance Film Festival tem um processo de descoberta de talentos emergentes que é, ele próprio, digno de cinema. Antes que os 50.000 cinéfilos se reúnam anualmente em Park City, Utah, em janeiro de cada ano, os programadores do Festival devem separar o joio do trigo, passando de 12.600 inscrições para 200 premiados em apenas alguns meses. Nem sempre a tecnologia foi uma heroína nessa história. Os programadores costumavam enviar planilhas do Excel em anexos de e-mail, contendo atualizações sobre as inscrições dos filmes. Isso às vezes gerava confusão para descobrir qual era a versão mais atualizada. Os programadores do Festival enviavam os filmes de um lado para o outro em DVDs e pendrives. E nenhum dos métodos era um modo seguro de compartilhar filmes que eram até então inéditos. “Não sabíamos se os programadores receberiam os filmes corretos em tempo, nem se eles haviam sido entregues no lugar correto”, conta Adam Montgomery, gerente sênior de programação. Os programadores do Festival começaram a usar suas contas pessoais do Dropbox para trabalhar, o que fez a mudança para o Dropbox Business ser uma solução bem fácil para o Festival. “Agora que temos uma ferramenta que os usuários conhecem e amam, podemos começar a mudar o modo como as pessoas trabalham", propõe Justin Simmons, diretor de TI.

A SOLUÇÃO

Escrever um novo roteiro para colaboração

Hoje, os programadores do Festival trabalham colaborativamente usando as pastas compartilhadas do Dropbox. O serviço facilita que os avaliadores acessem os 25 filmes que precisam assistir toda semana, já que uma integração carrega automaticamente cada vídeo compartilhado pelo Dropbox em um reprodutor do Vimeo. Manter arquivos Excel contendo o status de avaliação em pastas compartilhadas permite que vários usuários editem e façam comentários nesses arquivos, garantindo que tudo está sendo feito na versão mais recente. "Sempre sei que as informações nesses documentos serão atualizadas em tempo real", diz Montgomery. Com o recurso de visualização prévia de vídeos, os programadores podem rapidamente confirmar se receberam o arquivo correto antes de começar a baixar um filme. Uma vez que um filme tenha sido selecionado como finalista, as equipes de programação e exibição podem facilmente coletar gravações de diretores para exibir no Festival. “Entramos em contato com cineastas ou palestrantes por meio de solicitações de arquivos do Dropbox, e eles soltam a versão editada na pasta correta”, diz Holden Payne, diretor técnico de exibição e produção. Durante o Festival, compartilhar links do Dropbox em kits de mídia e outros ativos evita que a equipe enxuta tenha que enviar arquivos por e‑mail individualmente para jornalistas. Manter dados seguros é uma prioridade, já que o Festival está lidando com trabalhos que devem permanecer em segredo até a estreia, afirma Montgomery. Usando o Dropbox, a equipe do Festival consegue fornecer acesso à pasta apenas para os programadores desejados. “É muito fácil mudar as permissões ou redefini-las sempre que necessário”, destaca Montgomery.

OS RESULTADOS

Foco nos filmes

A solução permitiu que a equipe do Festival investisse mais tempo na estreia de filmes originais, como fez com os filmes vencedores do Oscar "Boyhood: Da Infância à Juventude" e "Whiplash: Em busca da perfeição", e menos tempo lidando com logística. “Lido com milhares de arquivos que têm entre dois e quatro gigabytes”, diz Montgomery. “O Dropbox Business nos permite lidar com esses dados de maneira rápida, eficiente e confiável. Sinceramente, não sei como conseguíamos fazer isso antes.” A rede de colaboradores externos do Festival, que inclui cerca de 12 mil cineastas, já estava familiarizada com a solução. E essa é uma enorme vantagem ao se trabalhar com tantas pessoas tão diferentes. “Muito raramente alguém menciona outro serviço que não o Dropbox”, diz Montgomery. “Ele tornou-se padrão na comunidade de compartilhamento de dados.” Com o aumento na produtividade, "agora podemos colocar nosso foco em produzir a melhor programação de filmes independentes possível", afirma Montgomery.