Como proteger seus dados pessoais na internet

O mundo é digital, mas, com ameaças infinitas à espreita online, como você pode manter seus dados pessoais seguros?

O que são informações pessoais identificáveis (PII)?

Por mais que você tente, não há como evitar compartilhar informações pessoais em sites de compras na internet, serviços para trabalho remoto ou simplesmente na hora de declarar impostos. Não importa se você está solicitando algo, compartilhando fotos ou informações confidenciais com sua família, saber como proteger seus dados pessoais deve ser considerado uma competência fundamental.

Informações pessoais identificáveis, ou PII, é o termo dado a quaisquer dados que possam identificar uma pessoa específica. Seu endereço, e-mail e número de telefone contam como dados de PII em um sentido tradicional, mas você também precisa estar ciente de mais informações, como endereços IP, dispositivos conectados e páginas de mídia social marcando você on-line. E com o crescente uso de IDs de rosto e impressões digitais, dados biométricos também estão sendo adicionados à lista de informações que você tem on-line.

Os riscos das informações pessoais on-line

Com 1 em cada 10 americanos sendo vítima de fraude de identidade a cada ano, o crime cibernético está se tornando cada vez mais prevalente à medida que mais partes da nossa vida se tornam on-line. Aqui estão apenas algumas das ameaças que todos enfrentamos on-line:

Infomediários

Infomediários são um dos maiores problemas e, ainda assim, foram praticamente totalmente normalizados. A essa altura, você invariavelmente já encontrou anúncios on-line que parecem refletir perfeitamente suas mais recentes pesquisas ou seus interesses gerais. Isso ocorre porque os infomediários jogaram uma rede para obter informações sobre você e as venderam para empresas. Com certeza, as empresas de anúncios estão mais interessadas em sua idade, sexo e renda disponível do que seu endereço ou número de telefone, mas ainda usam essas informações para segmentar perfis específicos de clientes.

Roubo de identidade

Existem vários graus de roubo de identidade que podem ocorrer, desde usar suas informações para se inscrever em um cartão de crédito até usar sua imagem para chantagear outra pessoa, o que se conhece por catfishing. Surpreendentemente, a ameaça de roubo de identidade é real a partir do momento em que lhe é atribuído um número de segurança social e as estatísticas mostram que este tipo de crime cibernético está em ascensão .

Phishing

Phishing é um tipo de fraude em que uma pessoa entra em contato com você e se faz passar por uma empresa, instituição financeira ou órgão governamental legítimo. Normalmente é uma tentativa de solicitar números de contas bancárias ou detalhes de login. O exemplo clássico disso é um príncipe ou dignitário estrangeiro que precisa de acesso a uma conta nativa dos EUA para “armazenamento”. Embora essa versão tenha virado piada agora, esses golpes tornaram-se mais sofisticados, e tudo o que um cibercriminoso precisa saber para dar início à fraude é seu endereço de e-mail ou número de celular.

O que os cibercriminosos podem fazer com minhas informações pessoais?

Além do já mencionado, onde suas informações serão vendidas, usadas falsamente ou usadas contra você, hackers e ladrões on-line também podem:

  • Comprar produtos on-line usando números de cartão
  • Solicitar empréstimos, levando você à condição de devedor
  • Abordar fraudulentamente seus contatos solicitando dinheiro
  • Assumir suas contas e bloquear ou chantagear você

Como proteger seus dados pessoais na internet

Dependendo da plataforma, existem diferentes maneiras de manter suas informações seguras e melhorar sua segurança cibernética:

No e-mail

Tente não passar informações cruciais em seu e-mail, mesmo que sempre tenha feito isso. Por exemplo, é fácil deduzir que o dono do e-mail johndoe90@mail.com seja John Doe, nascido em 1990 . Não envie informações e documentos importantes por e-mail se tiver alternativa e, uma vez que o fizer, apague todos os vestígios deles da sua conta (pasta de correio Itens enviados, Caixa de saída, Armazenamento em nuvem, etc.).

Você também nunca deve abrir e-mails se não tiver certeza de quem é o remetente, e certamente não deve nunca baixar anexos. Se uma organização oficial enviar um e-mail pedindo para você baixar algo ou compartilhar informações, melhor você ligar diretamente para ela para confirmar essa solicitação, muitas delas não enviam e-mails como primeira etapa de correspondência.

Nas redes sociais

As plataformas de mídia social são muitas vezes o ponto fraco na presença on-line de qualquer pessoa. Um rápida olhada oferece todos os tipos de informações privadas, desde a sua localização e idade até o seu trabalho, horas de trabalho e até mesmo os períodos em que você está de férias, o que pode deixar você suscetível a roubo.

Verifique se você está familiarizado com todas as configurações de privacidade de dados em sua conta e defina-a como privada, sempre que possível. Se não for possível, certifique-se de não vazar muitas informações, por exemplo, você pode enviar snaps de férias depois de retornar. Sem dúvidas, certifique-se de que não há informações confidenciais em suas selfies e fotos, você ficaria surpreso em descobrir que os criminosos são muito determinados e muito capazes quando se trata de encontrar informações desta maneira.

Em lojas on-line

Todo mundo tem uma loja on-line favorita que usa regularmente, e digitar seus detalhes todas as vezes pode ser cansativo, mas vale a pena o esforço. Se você salvar os detalhes do seu cartão on-line, tudo o que um criminoso precisará será seu e-mail e senha para reinar absoluto sobre suas finanças. Isso também se aplica ao seu navegador da Web, se você salvar os detalhes do seu cartão no navegador, qualquer pessoa que possa acessar o seu perfil do navegador terá acesso a eles.

Com cartões de crédito e serviços bancários

Se você precisar usar seu cartão on-line para comprar ou reservar algo, veja se seu banco não pode oferecer etapas extras de segurança. Uma importante dica de segurança, a autenticação multifator provavelmente é oferecida pelo seu banco. Isso ocorre quando simplesmente inserir uma senha não é suficiente, outro passo é necessário, como um número de usuário exclusivo ou um processo de login de vários dispositivos. Desta forma, mesmo que um criminoso tenha uma senha, número de telefone, aniversário, etc., eles não vão mais longe, a menos que eles também tenham o seu telefone.

Com senhas

Por mais difícil que pareça, tente o seu melhor para não usar a mesma senha para todas as suas contas. É natural não querer, ou mesmo não conseguir, lembrar dezenas de senhas fortes diferentes, mas você deve pelo menos manter separadas as senhas para sua conta de e-mail e qualquer site que use seus dados de cartão de crédito. Use um verificador de senhas on-line para garantir que seja a mais seguro possível ou, melhor ainda, utilize um gerenciador de senhas para fazer login com segurança em todos os seus dispositivos e plataformas.

Faça um backup

Talvez você tenha baixado acidentalmente um anexo ou tenha deixado sua segurança escapar e um ransomware ou malware tenha tomado conta do seu PC. Ransomware é um vírus que o bloqueia fora de seus arquivos, onde o acesso só será restaurado se você pagar um resgate, e pagar resgates é fortemente desencorajado pelo FBI.

Embora existam programas que podem apagar o vírus original do seu PC, há uma chance de você não conseguir recuperar seus arquivos. Desde que você tenha um backup, off-line em um disco rígido externo ou on-line usando uma solução segura de armazenamento em nuvem, como o Dropbox, seus arquivos ainda estarão acessíveis e seguros.

Proteja os jovens na internet

A questão da segurança é duplamente importante se você tem jovens em casa. Confira estas dicas para garantir que seus filhos fiquem protegidos on-line:

Monitore as redes sociais deles

Criminosos on-line são extremamente manipuladores e vão se passar por uma criança de idade semelhante, a fim de ganhar a confiança de outra criança. Com tempo suficiente, essa amizade falsa pode chegar ao ponto em que um jovem passa informações importantes sobre si mesmo espontaneamente. Promova um ambiente doméstico em que seja natural falar com frequência e abertamente sobre o que seu filho faz on-line.

Crie uma conta separada ou mantenha um PC diferente

Você pode ter feito o seu melhor para manter seu PC livre de ameaças, mas, após alguns minutos nas mãos de um adolescente desconhecido, tudo pode estar perdido. Se pretende manter seus arquivos e configurações seguros, tenha um PC familiar diferente e o seu próprio PC empresarial ou, pelo menos, contas de usuário/on-line separadas para você e para o seu filho.

Monitore sua própria abordagem

Como mencionado, a comunicação é fundamental quando se trata de jovens. Não seja excessivamente severo nem defina certos conceitos como proibidos para não acabar apelando para o lado rebelde de qualquer criança. Seja aberto, seja natural e certifique-se de que seu filho se sinta confiante para vir até você se ele for abordado por alguém em quem não confia on-line ou se receber um e-mail estranho.

Os jovens estão nascendo em um mundo digital, por isso, não limite a segurança on-line somente a uma conversa isolada na primeira vez que você der ao seu filho um smartphone. Certifique-se de que eles entenda que essas informações são tão cruciais quanto a segurança nas estradas ou o perigo de estranhos, e faça dessa mensagem uma constante em sua casa.