O que é ensino à distância?

Descubra o que é o ensino à distância, como funciona e como aproveitá-lo ao máximo.

O que é ensino à distância?

Simplificando, o ensino à distância é instrução ensinada remotamente, sem uma sala de aula física. Historicamente, o termo ensino à distância se relacionava principalmente a programas universitários que permitiam aos alunos estudar remotamente. Agora, o ensino à distância se aplica não apenas a estudantes de nível universitário, mas também ao ensino fundamental I, ao ensino fundamental II e ao ensino médio.

Tipos de ensino à distância

Existem algumas maneiras diferentes de conduzir o ensino à distância:

Videoconferência

O formato mais comum, com aulas e palestras apresentadas por uma teleconferência ou webinar por meio do Zoom. Em alguns casos, esses encontros terão um educador conduzindo a aula, enquanto outro estará à disposição para responder perguntas e monitorar os alunos.

Isso permite a interação direta entre aluno e professor, tornando esse o tipo de ensino à distância que mais se assemelha ao ambiente tradicional da sala de aula.

Aprendizagem assíncrona

Na aprendizagem assíncrona, os alunos são incentivados a trabalhar autonomamente. Não há aulas em grupo, apenas tarefas semanais e prazos a serem concluídos individualmente. Este método de autoestudo oferece flexibilidade para os alunos descobrirem sua própria estrutura e programação, mas oferece muito menos interação em grupo e comunicação direta com o professor.

Programação aberta

Os cursos de programação aberta são semelhantes aos cursos de aprendizagem assíncronos, apenas com menos restrições. Os cursos em horário aberto não têm prazos semanais, permitindo que os alunos façam as coisas no seu próprio ritmo e equilibrem melhor seus compromissos extracurriculares. Esta é uma opção favorável para trabalhadores em tempo integral, pais ou qualquer pessoa que queira estudar, mas não consegue encaixar cursos tradicionais em seus horários.

Cada instituição terá seu próprio método e estrutura para a educação remota que provavelmente se encaixará em uma dessas categorias, ou será um híbrido de alguns tipos diferentes. A educação assíncrona e em horário aberto é mais comum nos cursos de ensino superior.

Vantagens do ensino à distância

Cursos de horário aberto permitem muito mais flexibilidade, não apenas em termos de onde você estuda, mas também quando você estuda, tornando o ensino à distância benéfico para aqueles que trabalham em tempo integral durante seus estudos. Para muitos, a capacidade de continuar o trabalho em tempo integral juntamente com o ensino à distância pode ser o que permite que o estudo seja uma opção acessível.

Em termos de custos, os cursos de ensino à distância tendem a ser mais baratos do que os cursos presenciais em campus, uma vez que exigem menos recursos e infraestrutura.

Os cursos de ensino à distância, por vezes, oferecem aos alunos oportunidades de buscar disciplinas ou qualificações que podem não estar disponíveis localmente, já que você pode fazer cursos de faculdades em qualquer lugar do mundo sem precisar sair de casa.

Desvantagens do ensino à distância

É importante considerar cada estilo de aprendizagem ao pensar em uma aprendizagem à distância eficaz. Quando se trata de aprender, há pessoas que são mais visuais, auditivas, verbais, físicas, lógicas, sociais ou solitárias.

Os educadores devem garantir que atendam a cada estilo de aprendizagem pessoal enquanto orientam a classe como um todo. Isso é possível na sala de aula, mas, quando o ensino é à distância, pode ser difícil incentivar os alunos físicos e sociais. Sem as ferramentas certas, a aprendizagem colaborativa também pode ser limitada.

A disciplina pode se tornar um problema para os educadores quando o ensino é à distância. A mesma travessura que você esperaria em uma sala de aula deve ser esperada em uma teleconferência, só que é mais difícil manter a situação sob controle à distância.

Com os alunos em casa, eles podem estar rodeados de mais distrações do que estariam na escola. Também pode ser mais difícil de monitorar e impedir conversas entre os alunos durante uma aula, considerando que esse bate-papo provavelmente não estará acontecendo em voz alta.

Para os alunos, pode ser difícil se ajustar à nova estrutura, e pode ser fácil sentir-se isolado e perdido sem muito envolvimento direto com seus professores e colegas de classe. A saúde mental é uma grande preocupação para a aprendizagem à distância; a interação e o engajamento são essenciais para o desenvolvimento dos jovens, e o ensino à distância pode parecer uma barreira.

Dicas de ensino à distância para estudantes:

  • Defina um cronograma e siga-o à risca. Uma vantagem da educação à distância é que, muitas vezes, você pode decidir quando e onde estudar, mas isso poderá ser prejudicial se você não mantiver um calendário consistente. Reserve alguns horários e cumpra-os o máximo que puder. Se você não tiver um cronograma definido, pode rapidamente perder o foco e a motivação.
  • Reserve um espaço para estudar. Se possível, reserve um espaço em sua casa para estudo, separado das áreas de estar. Isso facilita a divisão entre trabalho e a diversão, para que você saiba que quando está nesse espaço, está na “sala de aula” e deve tratá-lo como tal.
  • Prepare-se para o seu dia. Prepare-se de manhã como se estivesse indo à escola. Você não conseguirá entrar na mentalidade escolar se ficar de pijama o dia todo. Uma boa rotina matinal define o sucesso do seu dia.
  • Conheça as ferramentas. Você não vai querer ficar para trás por conta de dificuldades técnicas, por isso, reserve um tempo antes das aulas on-line para se familiarizar com a tecnologia.
  • Descanse um pouco. Quando fizer sua própria programação, inclua pausas. O estudo contínuo por horas a fio pode ser contraintuitivo, é necessário um tempo para digerir o que foi ensinado.
  • Fique atento. Ao contrário de uma sala de aula, você não terá um professor à sua frente para lembrá-lo dos próximos prazos ou avaliações. Com um programa de ensino à distância, cabe principalmente a você garantir que dá conta de suas tarefas. Tenha um calendário confiável e defina lembretes para monitorar o que precisa ser feito.
  • Mantenha-se conectado com seus colegas de classe. Se suas aulas virtuais não oferecem muita interação, considere formar um grupo de estudo para que possa se manter em contato com seus colegas e garantir que está no caminho certo. Aproveite as ferramentas de aprendizado colaborativo, como o Dropbox Paper, para compartilhar facilmente notas, arquivos de projetos e outros trabalhos do curso, além de fortalecer a comunicação em grupo.

Dicas de ensino à distância para educadores:

  • Faça da tecnologia educacional a sua assistente. Mudar para o ensino on-line é intimidante, mas você rapidamente verá vantagens ao conhecer o cenário digital. Aproveite os muitos aplicativos, ferramentas e serviços projetados para ajudar a aprendizagem on-line.
  • Incentive a colaboração. Seja inovador ao criar projetos colaborativos que facilitem a aprendizagem social. Use ferramentas on-line, como o Dropbox Paper, para facilitar a colaboração e o feedback em grupo.
  • Envolva-se com seus alunos. Se você puder, interaja diretamente com cada aluno. Claro, isso será difícil se você estiver ensinando uma classe maior do que a habitual, mas se puder fazer isso, as interações individuais vão manter os alunos motivados e vão ajudar você a identificar desafios pessoais. Quando não for possível conversar a dois, não deixe de se comunicar com os alunos por e-mail ou mensagem instantânea para lembrá-los de que você está disponível para oferecer ajuda individual.
  • Dê feedback regularmente. O feedback ajuda a motivar os alunos e os ajuda a reconhecer seus pontos fortes e fracos, facilitando o crescimento e o desenvolvimento. Isso é especialmente importante no ensino remoto, onde os alunos podem se sentir bastante isolados e sem informação sobre seu progresso e desempenho.
  • Reflita com outros professores. Assim como os pais devem conversar com outros pais e os alunos devem falar com outros alunos, os professores devem conversar com outros professores e compartilhar experiências, conselhos e preocupações.
  • Seja consistente. Depois de encontrar um sistema que funcione, adote-o e tenha como meta ser sempre consistente nas ferramentas que utiliza e nos planos de aula. A aprendizagem virtual pode parecer caótica no início, mas manter uma consistência ajudará a normalizar a situação para os alunos e colocá-los no rumo certo.
  • Peça feedback. Por mais importante que seja dar feedback, é igualmente importante que você receba feedback, especialmente ao experimentar um novo sistema. Para saber o que funcionará ou não para seus alunos, você precisará obter feedback honesto sobre como eles se sentem em relação às ferramentas que você usa e se eles estão conseguindo aproveitá-las.
 

Há todos os tipos de peculiaridades e consequências que são difíceis de antecipar à medida que o ensino à distância continua a se desenvolver. Estamos nos aproximando de um futuro onde o aprendizado em casa será tão confiável que os dias de neve não serão mais um obstáculo? Os dioramas (maquetes) digitais são o futuro dos projetos científicos? Só o tempo dirá; mas se você continuar a seguir os conselhos mencionados aqui, não terá problemas de se adaptar.